Minha lista de blogs

domingo, 19 de dezembro de 2010

ILUSÃO DE GENTE GRANDE

Quando pensei
Que havia crescido...
A saudade aumentou
O tamanho do abraço.

Quando pensei
Que havia esquecido...
A realidade me trouxe
De volta o cansaço.

Quando pensei
Que havia aprendido...
Você sustentava-me
Os primeiros passos.

Quando pensei
Que me havia perdido...
De novo me achei
Seguro em seus braços.

Quando pensei
Que te havia iludido...
A distância me trouxe
Entre nós o espaço.

Quando pensei
Tudo haver resolvido...
Você trouxe de volta
A ruína e o fracasso!!!...


Willian Marques – 14/12/2006.
poetadeoliveira@gmail.com

EU... NA SUA VIDA

Eu queria acontecer na sua vida,
Pra resgatar sua esperança esquecida.
Eu queria amanhecer na sua vida,
Pra despertar sua virtude adormecida!

Eu queria anoitecer na sua vida,
Pra aplacar seu sofrimento nesta lida.
Eu queria adormecer na sua vida,
Pra descansar-te da labuta tão sofrida!

Eu queria aborrecer a sua vida,
Pra ter certeza que não vives dividida.
Eu queria enlouquecer a sua vida,
Pra descobrir em ti a cura prometida!

Eu queria entorpecer a sua vida,
Pra libertar em ti a alma enlouquecida.
Eu queria estremecer a sua vida,
Pra descansar-me qual palmeira sacudida!

Eu queria aparecer na sua vida,
Pra ser milagre feito a graça mais pedida.
Eu queria enaltecer na sua vida,
A Graça e Glória, por mais doce incompreendida!

Eu queria estarrecer a sua vida,
Pra ser surpresa quase morta e envelhecida.
Eu queria envelhecer na sua vida,
Feito esperança que da cinza é renascida!

Eu queria me esconder na sua vida,
Pra procurar-te na minh’alma estarrecida.
Eu queria me esquecer na sua vida,
Para lembrar-te na procura escondida!

Eu queria me estender na sua vida,
Pra ser estrada de escape e guarida.
Eu queria enobrecer na sua vida,
O rosto e riso da sua alma derretida!!!...


Willian Marques – 15/03/2007.

DESGASTE























Guardei na gaveta a inspiração e
Joguei no lixo os poemas de amor...
Me desfiz dos sonhos e me assustei
Com a nossa verdade.
A realidade foi decepcionante,
O amor mais bonito foi só fantasia!
Sufoquei o sorriso e expulsei
Alegria...
Fiz sangrar meu coração,
Perdi o passado e a memória e
Te risquei da história.
Manchei a pureza da ternura,
Rejeitei a brandura de sua voz
Em tom de sedução.
Tirei do peito a admiração,
O seu sorriso, da imaginação...
A simpatia, da sua afeição...
Arranquei tudo seu, do meu
Coração!...
E das suas carícias só resta aversão.
Tirei sua imagem do meu pensamento,
Tirei seu retrato e quebrei a parede.
Rasguei suas cartas,
Pus fogo na rede...
Matei minha sede e
Ganhei o meu chão!!!...   


Willian Marques – 06/04/2009.
                   wmo@oi.com.br

DESPERDÍCIO

É tolice
Expressar
Com a alma,
A quem
É leigo
De coração!!!...



Willian Marques – 07/09/2010.
            wmo@oi.com.br

ENTREGA

Faço minhas as tuas palavras,
Faço meus os teus pensamentos.
Me entrego a ti sem ressalvas,
Já são teus os meus sentimentos!

Faço minhas as tuas vontades,
Faço meus, teus doces desejos.
Faço tuas as minhas verdades,
Já são teus meus olhos e beijos!

Faço meus teus medos e anseios,
Faço minhas tuas debilidades.
Faço teus os meus tolos receios,
Deixo em ti minhas fragilidades!

Faço minhas tuas preocupações,
Já é tua minha tranqüilidade.
Me entrego em ti às paixões,
Faço nossa a cumplicidade!!!...


Willian Marques – 26/11/2008.

FALTA SUA

Não vale à pena
Amar o amor que
A ti professo,
Nem sujeitar-me
A lhe comprar
Amor sem preço.

Mas é tão minha
A confissão que
A ti confesso...
Que é carência
De você que
Eu careço!

Não vale à pena
Tropeçar onde
Tropeço,
Nem barganhar
O seu desdém
Por meu apreço!...

Mas a presença
Sua imploro e
Lhe peço,
Mas sua ausência
É o que me deste
E eu pereço!!!...


Willian Marques – 24/05/2010.
              wmo@oi.com.br

A PROCURA

Procuro um grande amor
Que seja meu,
E que me seja assim
Tão dado quanto eu.
Procuro um grande amor,
Se já nasceu...
Quem me dera fosses tu
E o corpo teu.

Procuro um grande amor
Apaixonado,
Aventureiro e sem
Reservas; desvairado.
Procuro um grande amor
Desesperado,
Que afoitamente ande
Comigo do meu lado.

Procuro um grande amor
Desinibido,
Que seja assim um pouco
Tímido e bem safado.
Procuro um grande amor
Que ao pé do ouvido,
Me fale coisas pra que
Eu fique desarmado.

Procuro um grande amor
Que seja meu,
E que me seja assim
Tão dado e inocente.
Procuro um grande amor
Nos olhos seus,
Que me alegram tanto a alma;
Paz na mente.


Willian Marques – 21/01/2010.
            wmo@oi.com.br

ABSURDAMENTE

Procuro amar-te
De todas as formas
E com todas as forças
Do meu amor!
Procuro amar-te
De todos os ângulos
Que os olhos sonham,
A mente almeja,
A alma deseja e a
Loucura permite.
Quero amar-te
Com um amor
Sem limites...
Sem fronteiras,
Sem barreiras,
Sem receios e
Devaneios que
Precipitem ladeira
Abaixo o nosso riso,
E que não mate a
Graça e a ternura da
Mulher angelical
Que vejo em ti!
Não quero mais
Que amor normal,
Tão singular e
Sem igual!...
Amor sem par,
Maluco assim...
Que faz meu eu
Fugir de mim.



Willian Marques – 26/12/2009.
              wmo@oi.com.br