Minha lista de blogs

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

MODERNIDADE


Ontem,
Fazia-se amor
Sem falar em
Sacrifícios!...
Hoje faz-se sacrifícios,
Porque é quase
Impossível
Falar de
Amor!!!...


Willian Marques – 05/03/93.
          wmo@oi.com.br 

INCOMPLETO

                                                                                     
















Sou um poeta sem poesia,
E às vezes riso sem alegria.
Às vezes verso sem fantasia,
Eu sou saudade sem nostalgia.

Sou um poema sem verso e prosa,
Sou vendaval sem ventania.
Sou sem roseira espinho e rosa,
Sou solidão sem noite fria.

Sou desespero sem gritaria,
Sou abandono sem agonia.
Tranqüilidade sem calmaria,
Eu sou braveza sem valentia.

Sou falta de ar sem asfixia,
Barco sem leme e cego sem guia.
Floresta sem árvore e alma vazia,
Sou só sem você, sem noite e nem dia.


Willian Marques – 30/03/2010.
           wmo@oi.com.br

NO ESQUECIMENTO



Vou tirá-la de mim
Sem espanto,
Vou correr atrás
Da alegria.
Vou deixá-la encostada
Num canto,
Vou viver outra vez
Fantasia.

Não vou mais te lembrar
Noutras águas,
Nem querer-te o sorriso
De outrora.
Apaguei-te os resquícios
De mágoas,
E a saudade de ti
Foi-se embora.

Vou sonhar como que
Em nostalgia,
Vou sorrir sem traçar
Nenhum plano.
E pensar que por ti
Morreria...
É passado
E ledo engano!!!...



Willian Marques – 09/01/2011.
          wmo@oi.com.br

FRUSTRAÇÃO

É arrasador sentir-se
Tão vivo e tão jovem...
E deparar-se com um
Homem velho e
Ultrapassado diante
Do espelho!!!...



Willian Marques – 09/12/2010.
           wmo@oi.com.br

SOZINHO

Uma noite
Sem você,
É eternidade...
Uma noite
De saudade
É um mergulho
Profundo nas
Mais densas
Trevas de
Uma solidão
Sem fim!!!...



Willian Marques – 02/11/2010.
           wmo@oi.com.br